Quem somos

Apaixonada por arte, cultura e números. Antevasin* por essência, buscou formação diversa como possibilidade de olhar para seu universo de trabalho por perspectivas variadas.
No mundo das artes e cultura desde 2003, foi produtora cultural de instituições públicas, privadas e do terceiro setor, atuando com artes visuais, teatro, música, museus e artes integradas. Trabalhou desde o planejamento, gestão e produção até a prestação de contas e avaliação de projetos e seus resultados, atuando também na curadoria e organização de seminários e eventos acadêmicos e corporativos.
No doutorado – UFRJ/IBICT (Instituto Brasileiro de Informação, Ciência e Tecnologia) – pesquisa ativos intangíveis culturais e valor, reconhecendo a importância e complexidade do tema para a área hoje.
Tem mestrado em Estudos Populacionais e Pesquisas Sociais, pela Escola Nacional de Ciências Estatísticas (IBGE/ENCE) com pesquisa sobre construção e uso de indicadores na gestão cultural. Sua dissertação foi selecionada no programa “Itaú Cultural Observatório Cultural de Economia da Cultura 2017”, na categoria
“Pesquisa Concluída”. Com a mesma pesquisa, recebeu Menção Honrosa na Segunda edição do Prêmio IPP Mauricio de Almeida Abreu, em 2017.
Especialistaem Estatística Aplicada, pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (DEMAT/UFRRJ); Gestão Pública Municipal, pela Escola de Contas e Gestão do Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro (ECG/TCE-RJ); e Análise Ambiental e Gestão do Território (IBGE/ENCE). É bacharel em Produção Cultural, pela Universidade Federal Fluminense, e técnica em Contabilidade.
Trabalha com dados e indicadores culturais e métodos aplicados aos processos de gestão, incluindo monitoramento e avaliação na gestão cultural, com uso de analítica de dados e big data estratégico.

* palavra do sânscrito que representa a saída do centro literal de um ambiente para uma existência nas fronteiras, em seus limites com outros ambientes, num lugar onde se pode conviver com ambos.