Data Storytelling: o poder de seus dados na construção de narrativas envolventes

As narrativas estão presentes em todos os contextos da vida. Envolventes, os grandes narradores – ou contadores de histórias -, mobilizam, entusiasmam, convencem, engajam, inspiram. Quantos exemplos nós temos de pessoas que marcaram nossas vidas pelo uso dessa habilidade? Amigos, professores, amores, líderes e ícones de variados áreas e momentos de nossas vidas.

Já faz um tempo, o uso estratégico de narrativas foi incorporado nos ambientes de negócios. Na gestão cultural, narrativas são insumos e produtos de nossos trabalhos. Pensando no contexto gerencial, o uso de narrativas está presente na fundamentação de um projeto, na adesão de colaboradores, na relação com fornecedores, na busca por financiadores, na aproximação e conquista do público, no fortalecimento da identidade e da marca, no desenvolvimento do negócio.


Nesse contexto, muitos dados são utilizados, de forma mais intuitiva ou não; mais estruturada ou nem tanto. Cientes de estarmos na sociedade do conhecimento, vivendo imersos no capitalismo cognitivo, o reconhecimento das oportunidades presentes nos dados se apresenta com diferencial competitivo estratégico. Você conhece os dados de seu negócio ou projeto? Como você os utiliza?


De modo estruturado e consciente, os dados são elementos importantes na estruturação de argumentos seguros e concretos sobre seu negócio ou projeto. O poder de boas narrativas pode intensificado com o uso de dados que embasem e destaquem os argumentos utilizados. Para isso, é importante identificar as narrativas que os dados que você tem sobre seu negócio é projeto podem ajudar a contar, de que maneira podem apoiar as narrativas na argumentação diante de um stakeholder, ou mesmo as maneiras de utilizá-los na construção ou fortalecimento de sua identidade e marca. A isso chamo de data storyteling, que é a narrativa dos dados; que traduz as variadas histórias que seus dados contam e você pode ainda não ter escutado.


O sucesso de muitos negócios e projetos está na forma brilhante como os grandes narradores, contadores de histórias, utilizam elementos para mobilizar, entusiasmar, convencer, engajar, inspirar. A proposta não é encher as histórias com dados. Não é por uma dataficação das narrativas. A idéia é identificar as narrativas que seus dados contam para utilizá-las quando, onde e com quem faça sentido. Utilizar o potencial dos recursos que já se tem para sermos claros e coerentes na defesa das propostas, na atração de diferentes tipos de stakeholders, de aproximação e engajamento de públicos e clientes. De envolver aqueles que nos importam e para quem importamos.

Fonte imagem: https://sonatabrasil.com.br/qual-a-importancia-dos-seus-sonhos/

  • Publicado originalmente na coluna Antevasin, do Portal do Observatório da Comunicação
    Institucional, em 02 de julho de 2019.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s