Monitoramento e avaliação como processos e meios para melhoria contínua

É comum nos depararmos com o encadeamento ‘dados, informação e conhecimento’. Podemos assumir esse encadeamento por uma lógica positiva orientada à melhorias de resultados – em um contexto de uso de instrumentos de monitoramento e avaliação – como recursos de aprendizagem organizacional e mobilização de aprimoramento contínuo na gestão.

Na disseminação de informação sobre as possibilidades existentes nesse contexto, a primeira semana de junho é dedicada a atividades relacionadas ao “Monitoramento & Avaliação” no mundo. Este ano, a Semana de Avaliação, “The gLOCAL Evaluation Week”*, aconteceu de 3 a 7
de junho com programação em vários estados brasileiros, além de dezenas de países. A programação foi promovida pelo CLEAR Initiative (Centers for Learning on Evaluation And Results), equipe global que atua no apoio ao fortalecimento de sistemas e capacidades de trabalho para o monitoramento e avaliação (M&A) no mundo.

Ajudar a construir capitais em favor de maior uso de instrumentos de monitoramento e avaliação é uma ação positiva para o desenvolvimento dos ambientes organizacionais, sejam eles públicos, privados ou das organizações sociais. Isto porque, monitorar ajuda a entender
sucessos ou não sucessos e apoiar tomadas de decisão na busca por ajustes que favoreçam resultados de avaliações que evidenciem a maior proximidade entre o alcançado e as metas e objetivos planejados. Como processo de aprendizagem organizacional, importa aproximar os
colaboradores e engajar os envolvidos na solução de desafios com atenção objetiva aos pontos necessários.

Se clareza e coerência na realização do proposto atraem os parceiros, clientes e públicos que importam para o negócio ou projeto, a transparência na comunicação sobre os processos de monitoramento e avaliação e as melhorias alcançadas com eles são elementos essenciais.
Além de os processos de monitoramento ajudarem na construção de uma leitura mais clara e objetividade sobre negócios e projetos, daquilo que se esperava e dos porquês em relação a ela.

Ainda como processo de aprendizagem, o monitoramento e a avaliação evidenciam que se pode aprender muito com as experiências e melhorar processos a partir delas. Isto porque, adotar processos de monitoramento e avaliação apóia o autoconhecimento em relação ao negócio ou projeto, favorece tomadas de decisão mais rápidas – em tempos que demandam
respostas assertivas em tempos mais curtos – e potencializa uma comunicação mais clara e consistência com os diferentes stakeholders.

Para realmente engajar os diferentes stakeholders [internos e externos], é importante as organizações considerarem evidenciar os resultados em relação às suas metas e objetivos. Tornar simples e claros seus resultados, especialmente sobre como alcança pessoas e comunidades específicas, possibilitando que os diferentes stakeholders reconheçam o que fora
alcançado e vejam valor.

Construir confiança. Criar laços perenes. Apresentar resultados consistentes, a partir do uso de recursos que apóiem ajustes de rotas [através do monitoramento] e favoreçam a comunicação do sucesso alcançado ou da necessidade de melhorias [identificados através de avaliações] em relação aos objetivos e metas planejados importa.

Banal? Não. Difícil? Também não. Requer dedicação, atenção, continuidade. E os resultados expressarão que vale o investimento na contratação ou capacitação de profissionais para a realização de um trabalho em favor do desenvolvimento do negócio ou projeto por uma lógica de melhoria contínua.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s